O seu navegador está desatualizado.

Atualize o seu navegador para uma maior segurança, rapidez e o melhor conforto neste site.

Atualize o seu navegador

Termos e condições gerais de venda da GGM GASTRO International GmbH


1. Validade exclusiva destas condições

1.1 Todas as encomendas e transacções de entrega do GGM Gastro International GmbH, Weinerpark 16, 48607 Ochtrup (doravante designado por "GGM"), basear-se-ão exclusivamente nos seguintes Termos e Condições Gerais de Venda (doravante designados por "TCG") e nas disposições do respectivo contrato individual.

1.2 Um contrato celebrado com base nestes termos e condições deverá estabelecer a sua validade para todas as transacções (de entrega) subsequentes com o cliente no âmbito das relações comerciais em curso, mesmo que a GGM não se refira expressamente a elas no futuro. Isto também se aplica mesmo que o Cliente só tenha tomado conhecimento destes Termos e Condições após a celebração do primeiro contrato entre as partes.

1.3 Acordos divergentes, em particular termos e condições de negócios conflituosos do Cliente, exigem o consentimento expresso por escrito (§ 126 CÓDIGO CIVIL ALEMÃO) do GGM para serem válidos e devem ser confirmados por escrito (§ 126 CÓDIGO CIVIL ALEMÃO) pelo GGM separadamente para cada contrato individual. Os referidos termos e condições do cliente não vinculam a GGM mesmo que a GGM não se oponha expressamente a eles ou não os entregue ao cliente sem reservas no conhecimento dos referidos termos e condições.

1.4 A GGM terá o direito de modificar estes Termos e Condições Gerais com um período de pré-aviso razoável. A GGM notificará o Cliente por escrito de quaisquer alterações a estes TCG, o mais tardar dois (2) meses antes da sua entrada em vigor. O cliente será considerado como tendo dado o seu consentimento às alterações notificadas, a menos que tenha notificado a GGM por escrito da sua recusa, no momento em que as alterações entrarem em vigor. A GGM chamará especificamente a atenção do cliente para este efeito de aprovação na sua notificação da emenda a estes TCG.

1.5 Estes TCG são válidos apenas para empresas e clientes profissionais, § 310 parágrafo 1 do Código Civil Alemão.
 
 

2. Consentimento para o processamento de dados

 

Ao submeter o seu pedido de transacção legal em conformidade com a Secção 3.2, o cliente dá o seu consentimento para que o seu nome e logótipo da empresa sejam exibidos no website da GGM e em brochuras com o objectivo de adquirir novos clientes. Este consentimento voluntário é limitado no tempo à duração da relação comercial e o cliente pode revogá-lo a qualquer momento. O tratamento de dados continuará a ser lícito até que a revogação seja declarada.

3. Ofertas; celebração de contrato; celebração de contrato através da loja online GGM; ordem de validade

 

3.1 As ofertas feitas pela GGM não serão vinculativas, a menos que tenham sido designadas ou confirmadas por escrito pela GGM como vinculativas. Desenhos, ilustrações e dimensões, pesos ou outros dados de desempenho só serão vinculativos se tal tiver sido expressamente acordado por escrito (§ 126 Código Civil Alemão).

3.2 Na medida em que o cliente faça uma encomenda por escrito ou por telefone, esta será considerada uma transacção legal vinculativa de acordo com o § 145 CÓDIGO CIVIL ALEMÃO. Na medida em que a encomenda do cliente seja precedida por uma oferta da GGM, o cliente deverá cumprir esta oferta na sua encomenda. A GGM pode cancelar a encomenda do cliente no prazo de sete (7) dias úteis a contar da entrega de uma confirmação de encomenda pelo cliente, salvo acordo em contrário por escrito entre as partes.

3.3 Os contratos com a GGM entrarão em vigor após a aceitação pela GGM da encomenda por escrito ou por telefone do cliente sob a forma de uma confirmação de encomenda por escrito, mas o mais tardar quando a GGM prestar o serviço.

3.4 Relativamente às encomendas feitas através da loja GGM On-line:

A apresentação dos produtos pela GGM na loja GGM On-line é sempre sem compromisso.

Ao clicar no botão "Comprar agora / Pagar agora" durante o processo de pagamento, o cliente transmite a sua encomenda, o que implica que se trata de uma transacção legal vinculativa de acordo com § 145 CÓDIGO CIVIL ALEMÃO, à GGM.

A confirmação de recepção de e-mail enviada automaticamente logo após a recepção da encomenda do cliente pela GGM não constitui aceitação da encomenda do cliente pela GGM; por conseguinte, não constitui um contrato entre o cliente e a GGM.

O contrato entre a GGM e o cliente só entrará em vigor quando a encomenda do cliente for aceite pelo e-mail de confirmação de envio da GGM, mas o mais tardar quando a GGM fornecer o serviço. A GGM pode aceitar a encomenda do cliente através da loja On-line no prazo de sete (7) dias úteis após a recepção da encomenda do cliente.

3.5 Salvo disposição em contrário no contrato individual, aplicar-se-á a seguinte ordem de precedência em caso de disposições contraditórias:

1. o contrato individual, incluindo quaisquer acordos adicionais feitos,
2. estes TCG,
3. - na medida do possível - as especificações técnicas do GGM, em particular as principais dimensões do item de entrega,
4. os elementos essenciais da oferta do GGM (por exemplo, preço, quantidade).

3.6 A GGM reserva os direitos de propriedade e os direitos de autor dos documentos mencionados na cláusula 3.1.

4. Obrigações e deveres do Cliente

 

4.1 O Cliente deve assegurar que todos os serviços de apoio, desempenho e cooperação necessários sejam prestados atempadamente, na medida do necessário e sem encargos para a GGM. Se o cliente não prestar um serviço de cooperação necessário (principalmente mas não exclusivamente na entrega), não o prestar a tempo ou não o prestar da forma acordada, as consequências daí decorrentes (por exemplo, atrasos, custos adicionais) serão suportadas exclusivamente pelo cliente.

4.2 É da responsabilidade do cliente verificar a adequação dos produtos entregues para o uso pretendido antes de os processar ou trabalhar neles, mesmo que as amostras dos produtos tenham sido entregues com antecedência.

4.3 A montagem ou instalação é realizada pelo próprio cliente, a menos que expressamente acordado por escrito com o cliente. Ao fazê-lo, o cliente deve seguir as instruções nas instruções de montagem ou instalação fornecidas. O cliente deve ter as ligações necessárias dos produtos à rede pública de electricidade, água ou gás efectuadas por um especialista autorizado. O mesmo se aplica à definição dos parâmetros necessários quando os frigoríficos e congeladores são colocados em funcionamento pela primeira vez.

4.4 Se, num contrato individual com o cliente, a GGM se tiver excepcionalmente comprometido a efectuar a montagem ou instalação, o cliente deverá assegurar que qualquer trabalho preliminar ou de construção necessário tenha progredido a tal ponto que a GGM possa efectuar a montagem ou instalação sem impedimentos no momento da montagem acordada com a GGM. Isto deve incluir, em particular, que o cliente instale as linhas de abastecimento de água, esgotos, electricidade e gás necessárias no local previsto para o equipamento a ser montado ou instalado.

Se as aberturas, os acessos nos edifícios do cliente se revelarem demasiado pequenos para a descarga ou inserção do equipamento, as peças de montagem necessárias, a instalação de montagem ou o equipamento de elevação, todos os custos incorridos ou a incorrer em consequência, nomeadamente para a ampliação necessária da abertura necessária ou para a desmontagem das peças, bem como qualquer paragem ou paragem causada ou resultante da mesma, serão suportados pelo cliente. Isto não se aplica na medida em que o GGM seja responsável por incorrer em tais custos.

O cliente será também obrigado a fornecer à GGM electricidade, água, aquecimento, iluminação e locais com fechaduras necessários para o armazenamento das ferramentas de instalação trazidas pela GGM gratuitamente durante a duração dos trabalhos de instalação. O mesmo se aplica a qualquer andaime e equipamento de elevação necessário para transportar objectos pesados como parte dos trabalhos de instalação.

4.5 O cliente será obrigado a colocar à disposição do GGM os dados armazenados nos seus sistemas de tal forma que o GGM os possa reproduzir sem esforço considerável. Os portadores de dados do cliente devem ser impecáveis em termos de conteúdo e especificações técnicas, em particular, devem estar livres de malware, vírus, etc. Se este não for o caso, o cliente indemnizará a GGM por todos os danos decorrentes da utilização destes suportes de dados e indemnizará a GGM, nesta medida, contra todas as reclamações de terceiros.


4.6 O cliente assegurará que a GGM tenha acesso aos dados válidos do cliente, em particular o endereço.

5. Entrega e prazo de entrega; direito de retirada para encomendas especiais; força maior; entrega parcial; entrega ao exterior e confirmação da recepção; subcontratantes; direito de exploração da GGM no que respeita a bens devolvidos

 

5.1 Desde que o Cliente não cumpra as suas obrigações de cooperação e fornecimento de materiais, tais como, em particular, o fornecimento de bens para processamento ou tratamento, obras de arte e/ou material de informação sobre os bens a serem fabricados, etc., será excluída qualquer responsabilidade por parte da GGM por qualquer atraso na entrega.

5.2 Também está excluída da responsabilidade por parte do GGM qualquer atraso na entrega, na medida em que o GGM não seja fornecido correctamente ou dentro do prazo pelos seus próprios fornecedores.

5.3 As entregas serão "Ex works Weinerpark 16, 48607 Ochtrup" (isto é, "ex-fábrica" ou "ex-fábrica" / "EXW Weinerpark 16, 48607 Ochtrup" de acordo com os Incoterms 2020), salvo acordo expressamente em contrário por escrito.

5.4 O Cliente é obrigado a recolher ou ter recolhido os bens disponibilizados para entrega "EXW Ochtrup" em conformidade com os Incoterms 2020, juntamente com quaisquer documentos que o acompanham (por exemplo, ficha técnica e/ou lista de peças sobressalentes) no prazo de cinco dias úteis (segunda a sexta-feira entre as 8:30 e as 16:00 em cada caso, com exceção dos feriados) após a receção da correspondente notificação GGM (tempo de entrega) no local de entrega em conformidade com o ponto 5.3 supra, salvo acordo expresso em contrário entre as partes. Após a recolha, o cliente será obrigado a pagar todas as despesas de transporte e/ou outras despesas que possa ter incorrido desde que a GGM disponibilizou os bens (por exemplo, custos de armazenamento para além do prazo de entrega acordado).

5.5 Se o cliente desejar que as mercadorias sejam expedidas, sem prejuízo do acordo "EXW Ochtrup" de acordo com os Incoterms 2020, este será apenas por risco próprio do cliente (ver também cláusula 7.1) até ao último endereço (calçada/pavimento) notificado pelo cliente. A GGM não é obrigada a descarregar as mercadorias. Ao fazer uma declaração à GGM, o cliente pode escolher se o envio está seguro ou não.

5.6 O tipo, a forma e a extensão da embalagem devem ser ao critério da GGM.

5.7 As datas de entrega e execução indicadas só serão vinculativas se tiverem sido designadas ou confirmadas como vinculativas pela GGM.

Se uma data de entrega prevista for excedida por mais de duas semanas, o cliente terá o direito de estabelecer à GGM um período de carência razoável para a entrega.

Se a GGM não entregar dentro do período de carência, o cliente terá o direito de rescindir o contrato. A retirada deve ser declarada por escrito.

O anterior não é aplicável se o contrato individual for um tratamento final na aceção do nº 2 nº 4 do CÓDIGO CIVIL ALEMÃO ou 376 HGB ou se o cliente tiver o direito de alegar que o seu interesse na realização subsequente do contrato cessou.

5.8 Se, em caso de atraso na entrega pela GGM, o cliente optar por uma compensação em vez de, ou para além da rescisão do contrato, o âmbito de aplicação da responsabilidade da GGM será determinado de acordo com a cláusula 10.

5.9 No caso de contratos que envolvam mercadorias de dimensões especiais ou outras características peculiares que não fazem parte da gama ggm normalizada, o cliente terá um direito especial de retirada em conformidade com a seguinte disposição: o cliente pode retirar-se do contrato a qualquer momento, até à receção da confirmação da receção do recibo de pagamento pela GGM; a retirada deve ser declarada por escrito. A GGM reserva-se o direito de cobrar ao cliente uma taxa de cancelamento de 30% (30 por cento) do valor bruto da encomenda ou, se o pagamento já tiver sido efetuado, para reter o valor do reembolso.

5.10 Para a duração de circunstâncias imprevistas causadas do exterior por forças da natureza ou por ações de terceiros e que não poderiam ter sido evitadas mesmo com grande cuidado ("força maior"), como a impossibilidade de obter matérias-primas e meios de transporte, a GGM fica isenta da obrigação de cumprir em caso de interrupções operacionais, greves e bloqueios , incêndios naturais e desastres, bloqueios, guerras e outros conflitos militares, mobilizações, agitação civil e ataques terroristas, epidemias e pandemias, ação governamental e decisões das autoridades, apreensão e embargo. Os prazos de entrega acordados serão prorrogados pela duração das circunstâncias de força maior, até um máximo de seis (6) meses.

Se as circunstâncias de força maior terminarem dentro deste período, o cliente só pode recusar a entrega se a aceitação da entrega não for razoável para ele após este período de tempo. Se as circunstâncias de força se terminarem após seis (6) meses, este será considerado um impedimento definitivo à execução; o cliente tem o direito de rescindir o contrato (Código Civil Alemão 323). O mesmo se aplica, desde que fique claro que as circunstâncias de força maior são permanentes.

5.11 A menos que expressamente acordado por escrito com o cliente, a GGM terá o direito de efetuar entregas parciais ou prestar serviços parciais se (i) a entrega parcial for utilizável para o cliente no âmbito da finalidade contratual, (ii) a entrega do resto dos bens solicitados é garantida e (iii) o cliente não incorrerá em qualquer trabalho adicional significativo ou custo como resultado.

5.12 Se, a pedido do cliente e sem autoridade do cliente, a GGM entregar ou enviar as mercadorias para um local fora da Alemanha, o cliente notificará a GGM, sem ser solicitado, no prazo de cinco (5) dias úteis após a receção das mercadorias no local de destino, de confirmação de receção ou documentação alternativa comparável sob forma escrita como prova de envio ou expedição para o estrangeiro. Se o cliente não apresentar tais elementos de prova, será responsável pela sua relação interna com a GGM na medida em que a GGM deve pagar IVA sobre a entrega em questão, a menos que a GGM seja culpada a este respeito.

Aplica-se mutatis mutandis nos casos em que o cliente, a seu pedido e a seu custo, recolha as mercadorias da própria GGM para posterior armazenagem permanente num local fora da Alemanha.

A GGM reserva-se o direito de exigir um depósito ao cliente pelo valor do imposto sobre o valor acrescentado calculado sobre o valor da fatura em questão como prova de envio ou envio para o estrangeiro pelo cliente, até que o cliente forneça a confirmação de recibo ou documentação alternativa comparável por escrito. A GGM devolverá o depósito ao cliente imediatamente após a receção e verificação da confirmação de recibo, ou documentação alternativa comparável sob forma escrita como prova de envio ou envio para o estrangeiro.

5.13 A GGM tem o direito de prestar os serviços subcontratando a terceiros (subcontratados), a menos que tal seja contrário aos interesses legítimos do cliente. A GGM será responsável pelo desempenho dos subempreiteiros, bem como dos seus próprios.

5.14 Se a GGM aceitar bens do cliente, por exemplo, para realizar uma inspeção ou reparação, e se o cliente se recusar a aceitar os bens novamente após inspeção ou reparação, ou se o cliente anunciar que não voltará a aceitar as mercadorias, a GGM terá o direito de vender os bens depois de ter previamente entregue a notificação por escrito da venda e de definir um prazo razoável para o cliente recolher os bens. A GGM pagará ao cliente o produto da venda menos os custos de armazenamento e quaisquer outras despesas incorridas pela GGM.

6. Preços; valor mínimo da ordem; condições de pagamento; objeção à fatura; Acreditação

 

6.1 Os preços acordados são estabelecidos no contrato individual e são sempre "Weinerpark 16 francos de fábrica, 48607 Ochtrup" (ou seja, "franco de fábrica" ou "franco de fábrica" / "EXW Weinerpark 16, 48607 Ochtrup" de acordo com Incoterms 2020) mais o imposto sobre o valor acrescentado legal, os custos de transporte, o frete, a importação, as taxas adicionais; A embalagem está incluída.

6.2 Os custos incorridos por uma instalação ou montagem acordada num caso individual, bem como os custos incorridos em relação a esta questão para qualquer comércio necessário também não estão incluídos no preço, a menos que as partes tenham concordado em contrário por escrito.

6.3 Salvo indicação em contrário em casos individuais, a GGM só aceitará encomendas com um valor mínimo de encomenda de 30 euros mais IVA legal.

6.4 Salvo acordo expresso em contrário entre as partes, nomeadamente o pagamento antecipado, as faturas GGM caducarão imediatamente após a receção e serão pagas no prazo de 14 dias sem qualquer dedução. Serão creditados na conta indicada na fatura e em EUROS. A oportunidade do pagamento será determinada através da receção do montante total do pagamento numa das contas comerciais da GGM. Em caso de atraso de pagamento, a GGM tem direito a cobrar juros em atraso a uma taxa de nove (9) pontos percentuais superior à taxa de base.

6.5 Se o pré-pagamento não tiver sido acordado com o cliente em casos individuais, e se o cliente não pagar em relação às entregas já efetuadas pela GGM, a GGM terá também direito, a seu critério, a reter as entregas ainda não efetuadas até que o cliente tenha feito o pré-pagamento para eles, ou rescindir o contrato da(s) entrega(s) ainda não efetuada após estabelecer um prazo de carência razoável.

6.6 Por cada débito direto não pago ou devolvido, o cliente reembolsará a GGM pelos custos incorridos, incluindo os custos de cobrança do pagamento em dívida, na medida em que o cliente seja responsável pelo evento que deu origem a esses custos.

6.7 As reclamações relativas ao valor do preço/remuneração cobrado pela GGM ao cliente devem ser dirigidas à GGM imediatamente após a receção da fatura. As reclamações devem ser recebidas pela GGM no prazo de oito semanas a contar da receção da fatura pelo cliente. Considera-se que a não objeção a tempo constitui a aprovação da fatura em termos do montante. As reclamações legais do cliente em caso de reclamações fora do tempo não serão abordadas.

6.8 Se a GGM tiver dado ao cliente um prazo de pagamento superior ao acordado na cláusula 6.4 no que diz respeito a uma entrega, e se, após a celebração do contrato, surgirem dúvidas justificadas quanto à solvabilidade ou solvabilidade do cliente, ou se tais circunstâncias já existirem no momento da celebração do contrato só serão conhecidas posteriormente , a GGM tem o direito de revogar qualquer período de pagamento concedido e de exigir pré-pagamento ou garantia antes da entrega.

6.9 Sem prejuízo de qualquer disposição em contrário por parte do cliente, a GGM terá em primeiro lugar o direito de compensar os pagamentos com as dívidas anteriores do cliente. A GGM informará o cliente da natureza da indemnização. Se os custos e juros já tiverem sido incorridos, a GGM terá o direito de compensar primeiro o pagamento com os custos, depois com os juros e, finalmente, com o desempenho do capital.

7. Transferência de risco; inspeção dos danos causados pelo transporte

 

7.1 Salvo acordo em contrário por escrito, e independentemente de qualquer cláusula comercial acordada entre as partes em conformidade com a INCOTERMS, o risco de destruição acidental e perda e deterioração passará para o cliente logo que a transferência tenha sido entregue à pessoa que efetua o transporte ou tenha deixado as instalações comerciais da GGM para envio ou (auto) recolha.

7.2 O cliente examinará o estado externo da entrega imediatamente após a chegada, apresentar queixa à transportadora sobre eventuais danos no transporte, obter-lhe comprovativo e notificar a GGM e o responsável pelo transporte imediatamente por telefone e por escrito. Em caso de entrega a um endereço de entrega diferente, o cliente será obrigado a garantir que a inspeção de quaisquer danos no transporte seja realizada de acordo com estas disposições. A secção 8.1 (dever de examinar e reportar defeitos) não será afetada.

7.3 Se a remessa não puder ser efetuada no prazo de entrega acordado por motivos que não a GGM, o risco de perda acidental das mercadorias passará para o cliente após a data de entrega especificada na cláusula 5.4 ter expirado.

8. Dever de examinar; garantia; devolução da oferta de serviço; Devolução de mercadorias dos agentes de transporte; Prazos de prescrição

 

8.1 Se o cliente for um comerciante, o cliente deve inspecionar as mercadorias imediatamente após a receção e notificar a GGM por escrito de quaisquer defeitos óbvios identificáveis após uma inspeção adequada, incluindo quaisquer danos no transporte (ver secção 7.2). Os defeitos que não puderam ser detetados mesmo após uma inspeção adequada e imediata devem ser comunicados à GGM imediatamente após a deteção. O incumprimento do prazo de notificação de defeitos excluirá os direitos do cliente em relação a defeitos materiais.

O mesmo se aplica aos sinistros devido a entregas incorretas e variações de quantidade.

8.2 Pequenos desvios em dimensões e design não dão direito ao cliente de apresentar uma reclamação. Qualquer desvio no âmbito das diretrizes de qualidade relevantes conhecidas pelo cliente será considerado de acordo com o contrato.

8.3 Salvo acordo expresso em contrário com o cliente em casos individuais, por exemplo, no contexto de uma "garantia total", a GGM assegurará o cumprimento subsequente (se aplicável: devidamente notificado) contra defeitos na peça de entrega a seu critério, sob a forma de entrega de um novo artigo sem defeitos (entrega subsequente) ou sob a forma de reparação (remoção de defeitos) , a menos que se apliquem as disposições obrigatórias relativas à venda de bens de consumo (código civil alemão 478,479). Se a execução subsequente falhar, ou seja, duas (2) tentativas de execução subsequentes não forem bem sucedidas - o cliente pode, a seu critério, reduzir o preço acordado no contrato ou rescindir o contrato. Além disso, só terá direito a reclamações por danos no âmbito da Secção 9.

8.4 Se a GGM recuperar os bens, quer após notificação de defeitos, quer através da "Oferta de Serviço" "Devolução" a https://www.ggmgastro.com/service-ggm - (se necessário com inspeção subsequente e/ou processamento desses bens), este não constituirá, em caso algum, um reconhecimento pela GGM de que os bens devolvidos estão defeituosos.

8.5 Tanto para execução subsequente no caso de avisos de defeitos como no contexto das devoluções através da referida "oferta de serviço" "devolução" de mercadorias, o local de execução subsequente ou o local de devolução será a sede da GGM.

8.6 O cliente é obrigado a cooperar na execução subsequente ou nas recuperações acima referidas, disponibilizando as mercadorias para o efeito no endereço (nível de calçada/pavimento) notificado por si na data de recolha acordada com a GGM. Os bens maiores ou mais volumosos, os chamados bens de transporte, serão fornecidos pelo cliente embalado e fixados numa palete. O cliente deve fornecer à GGM fotografias dos bens fixados na palete bem antes da data de recolha.

Se o cliente ainda tiver a embalagem original de entrega pela GGM em stock em condições reutilizáveis, o cliente irá usá-lo para embalar os produtos que são enviados.

8.7 A obrigação de garantia expira se as mercadorias entregues tiverem sido modificadas, processadas ou manuseadas incorretamente. O mesmo é aplicável se o defeito reportado se dever ao facto de as mercadorias não terem sido profissionalmente ligadas ou ajustadas em desvio da cláusula 4.3.

8.8 A GGM não assumirá qualquer garantia para os bens que o cliente tenha disponibilizado à GGM para efeitos de processamento ou processamento dos mesmos. O cliente não terá direito a qualquer compensação relativamente a defeitos nesses produtos, a menos que o defeito seja causado pelo processamento ou processamento pela GGM.

8.9 O prazo de prescrição para pedidos de defeitos é de 12 (doze) meses a contar da transferência do risco, salvo se for obrigatório outro período legal ou a menos que se apliquem as disposições obrigatórias sobre a venda de bens de consumo (código civil alemão 478, 479) ou, salvo acordo expressamente acordado com o cliente. Além disso, a disposição acima referida não é aplicável nos casos da GGM de responsabilidade por danos culpáveis à vida, ao corpo ou à saúde ou em caso de responsabilidade da GGM por danos intencionais ou negligência grosseira, incluindo negligência dolosa ou grosseira por parte dos representantes da GGM. ou agentes indiretos.

8.10 As reclamações de garantia decorrentes de contratos com a GGM devem-se exclusivamente ao cliente; não são atribuíveis. O mesmo se aplica às reclamações de garantia do cliente.

9. Reserva de propriedade

 

A menos que o pré-pagamento tenha sido acordado com o cliente em casos individuais, a GGM manterá a propriedade dos bens até à receção de todos os pagamentos decorrentes da relação comercial com o cliente.

10. Responsabilidade; responsabilidade do produto

 

10.1 A GGM será responsável de acordo com as disposições legais se os ficheiros do cliente reclamarem por danos baseados em danos dolosos ou negligências grosseiras, incluindo negligência dolosa ou grosseira por parte dos representantes da GGM ou dos agentes indiretos.

10.2 Na medida em que a GGM é acusada de violação negligente de uma obrigação contratual material, a sua realização é essencial para o bom cumprimento do presente acordo, que compromete o incumprimento do acordo e a observância da qual o cliente pode regular (as chamadas obrigações cardeais), a responsabilidade por danos deve limitar-se a danos previsíveis que ocorram normalmente.

10.3 A responsabilidade por lesões culposas à vida, ao corpo ou à saúde e à responsabilidade da GGM ao abrigo de outras disposições legais obrigatórias, nomeadamente nos termos da Lei alemã de Responsabilidade Dos Produtos, não será afetada. A responsabilidade da GGM por infrações culposas ao abrigo do artigo 82.o do Regulamento de Bases da Proteção de Dados (DS-GVO) também não será afetada.

10.4 No caso de infração negligente nos termos do artigo 82.o CDIR, os OGM são responsáveis até um montante máximo de 50.000 euros (cinquenta mil euros).

10.5 Na relação interna com a GGM, o cliente assumirá o risco exclusivo enquanto (co)fabricante ao abrigo da Lei de Responsabilidade do Produto, desde que a causa dos danos esteja dentro da sua esfera de responsabilidade e organização e seja responsável como fabricante na Relação Externa com o Requerente. Nos casos acima referidos, o cliente irá indemnizar expressamente a GGM de todas as possíveis reclamações de terceiros e, se for caso disso, fornecer segurança, na medida em que a sua responsabilidade interna se estenda ao cliente. Isto aplica-se, nomeadamente, mas não exclusivamente, sempre que o cliente tenha fornecido produtos preliminares à GGM.

A disposição acima referida não é aplicável nos casos em que o cliente tenha colocado as mercadorias à disposição da GGM para processamento ou processamento, mas a causa dos danos baseia-se no processamento ou processamento pela GGM.

10.6 Na medida em que a responsabilidade da GGM por danos seja limitada, esta aplica-se igualmente no que diz respeito à responsabilidade pessoal por danos causados aos trabalhadores da GGM, trabalhadores, funcionários, representantes e agentes indiretos.

10.7 Salvo indicação em contrário, a GGM não será responsável.

11. Segredo

 

11.1 A menos que um acordo de confidencialidade separado entre as partes no contrato preveia o contrário, ambas as partes no contrato comprometem-se a manter a confidencialidade nos termos da presente secção 11.

11.2 "Informações confidenciais" Para efeitos destes GTCs entende-se qualquer informação escrita, electrónica, oral, digitalmente incorporada ou outra informação divulgada pelo seu proprietário (a pessoa ou entidade que controla informações confidenciais) ao destinatário (qualquer pessoa ou entidade a quem seja divulgada a Informação Confidencial) e a reunião. os seguintes requisitos. As informações confidenciais são definidas da seguinte forma:

1. Segredos comerciais, produtos, software, código fonte, know-how, ilustrações, desenhos, especificações, amostras, descrições, cálculos, orientações de qualidade, acordos de qualidade, invenções, relações comerciais, estratégias de negócio, empresas. planos, planeamento financeiro, questões de pessoal, informação incorporada digitalmente (dados);

2.Todos os documentos e informações sujeitos a medidas técnicas e/ou organizacionais de sigilo e/ou que sejam marcados como confidenciais.

3. Existência e conteúdo de contratos individuais entre a GGM e os seus clientes.

As informações confidenciais a este respeito não incluem informações que

4. Era conhecido ou geralmente acessível ao público antes da divulgação pelo titular ou será geralmente acessível numa data posterior sem violação de uma obrigação de confidencialidade.

5. É demonstrável que o destinatário já o saiba antes da divulgação e sem violação de uma obrigação de confidencialidade.

6. Foi obtido pelo destinatário sem utilizar ou referir informações confidenciais do próprio proprietário.

7. Será disponibilizado ao destinatário por um terceiro autorizado sem violar uma obrigação de confidencialidade.

11.3 O destinatário é obrigado em cada caso:

- Tratar as informações confidenciais como estritamente confidenciais e usá-las apenas em conexão com a execução de contratos individuais celebrados nos termos e condições gerais e seus propósitos.

- Divulgar informações confidenciais apenas aos agentes que se baseiem no conhecimento dessas informações para o fim para o qual foram fornecidas..

- O destinatário assegura que os seus representantes cumpram esta disposição como se fossem obrigados por ela própria.

- As informações confidenciais devem igualmente ser protegidas contra o acesso não autorizado por terceiros através de medidas de sigilo adequadas e, no tratamento de informações confidenciais, regulamentos legais e contratuais sobre proteção secreta e proteção de dados, se for caso disso, devem ser respeitados.

- Se o Destinatário for obrigado a divulgar alguma ou a totalidade das Informações Confidenciais devido às leis, decisões judiciais ou governamentais aplicáveis, o Destinatário notificará imediatamente o Proprietário (na medida legalmente possível e exequível) por escrito (Código Civil Alemão 126) e enlouquecia todos os esforços razoáveis para manter o âmbito da divulgação no mínimo e , se necessário, prestar ao proprietário toda a assistência razoável para obter uma providência cautelar contra a divulgação de Informações Confidenciais ou partes das mesmas.

11.4 A pedido do titular, e sem pedido, o mais tardar após a realização de todos os contratos individuais e fins contratuais celebrados entre a GGM e os seus clientes, o destinatário devolverá ou destruirá todas as informações confidenciais, incluindo todas as suas cópias. No prazo de sete (7) dias úteis após a receção do pedido ou após a rescisão do contrato (incluindo informações confidenciais armazenadas eletronicamente), salvo em contrário às obrigações de retenção acordadas com o titular ou obrigações legais de retenção.

A destruição de Informações Confidenciais armazenadas eletronicamente no sentido acima referido será afetada pela eliminação completa e irrevogável dos ficheiros (de modo a que qualquer acesso a Informações Confidenciais se torne impossível) ou pela destruição irrecuperável do suporte de dados.

Estão excluídos das obrigações de destruição correspondentes - para além de informações confidenciais, para as quais existe o dever de preservar na aceção do referido regulamento - Informações confidenciais cuja destruição ou devolução é tecnicamente impossível - através das quais o destinatário deve provar e provar que existe uma exceção correspondente. O Destinatário informará imediatamente o Proprietário de que a destruição ou devolução das Informações Confidenciais em questão é tecnicamente impossível.

A pedido do titular, o destinatário confirmará por escrito que, na medida do possível, eliminou total e irrevogavelmente todas as Informações Confidenciais, em conformidade com o disposto nos números anteriores e as instruções do titular.

11.5 Sem prejuízo dos seus direitos ao abrigo da Lei alemã de Proteção dos Segredos Comerciais ("GeschGehG"), o proprietário tem todos os direitos de propriedade, direitos de utilização e direitos de exploração no que diz respeito à Informação Confidencial. O Proprietário reserva-se o direito exclusivo de solicitar o registo de Informações Confidenciais, se aplicável. O Destinatário não adquirirá nenhum imóvel ou, com exceção da utilização para as finalidades acima descritas, qualquer outro direito de utilização de informações confidenciais.

11.6 O Destinatário abster-se-á de explorar comercialmente ou imitar informações confidenciais fora do respetivo objetivo do contrato de qualquer forma (nomeadamente através da chamada "engenharia inversa", ver abaixo) e/ou de ter explorado ou imitado por terceiros e/ou solicitar direitos de propriedade industrial - nomeadamente marcas, desenhos, patentes ou modelos de utilidade pública - sobre informações confidenciais.

11.7 É expressamente proibida a observação, exame, desmantelamento ou ensaio de produtos e/ou objetos a fim de obter segredos comerciais (a chamada "engenharia inversa"), que o proprietário entregou ao destinatário no decurso da cooperação ao abrigo da validade do presente acordo. o destinatário na aceção do nº 3 para. 1 nº 2b) última meia frase GeschGehG.

11.8 O destinatário compromete-se a obrigar todos os subcontratantes e sub-vestores na mesma medida que manter o sigilo.

11.9 A obrigação de sigilo acima referida sobreviverá à cessação da relação contratual e de fornecimento até que as informações confidenciais tenham sido tornadas públicas.

12. Compensação; direitos de retenção

 

12.1 O Cliente só tem direito a uma indemnização na medida em que os seus créditos sejam indiscutíveis ou tenham sido estabelecidos como definitivos e absolutos ou na medida em que alega uma violação de uma obrigação principal da GGM na aceção do CÓDIGO CIVIL Alemão (CÓDIGO CIVIL Alemão) com o pedido reconvencional.

12.2 O Cliente só tem direito a direitos de retenção na medida em que a sua reclamação contra-reivindicação se baseie na mesma transação legal que a reclamação da GGM. Caso contrário, o cliente não terá quaisquer direitos de retenção.

13. Formulário escrito

 

13.1 Não existem acordos verbais de garantia para este acordo.

13.2 As modificações, os complementos e a anulação deste acordo devem ser efetuados por escrito para serem eficazes (código civil alemão 126). Isto aplica-se também à alteração desta cláusula de formulário escrito. Todavia, esta condição escrita não é aplicável aos acordos celebrados oralmente entre as partes após a celebração do contrato. Todavia, as alterações a este contrato acordadas oralmente serão registadas por escrito (código civil alemão 126) para efeitos de ensaio.

13.3 Salvo disposição expressa em contrário nestes GTC, a forma de texto, por exemplo, por e-mail, fax, na aceção do CÓDIGO CIVIL Alemão (Código Civil Alemão) é suficiente para cumprir o formulário escrito.

14. Local de execução; lei aplicável; lugar de jurisdição

 

14.1 O local de atuação é a sede da GGM.

14.2 Os acordos contratuais entre a GGM e o cliente são regidos pela lei da República Federal da Alemanha. Excluem-se a aplicação da Lei uniforme de venda das Nações Unidas (Convenção das Nações Unidas sobre Contratos para a Venda Internacional de Mercadorias, CISG).

14.3 O lugar de jurisdição exclusiva, também internacional, para todos os litígios decorrentes ou relacionados com este contrato é a sede da GGM, desde que o cliente seja comerciante, entidade jurídica ao abrigo do direito público ou de um fundo de direito público especial. . No entanto, a GGM também pode processar o cliente no local de trabalho do cliente. O anterior não é aplicável se houver outra jurisdição exclusiva prescrita por lei.

15. Disposições finais

 

15.1 Se as disposições individuais destes G GTC forem ou não forem válidas, a validade das restantes disposições não será afetada. Isto não é aplicável se a adesão ao contrato constituir uma dificuldade irracional para uma das partes contratantes.

15.2 O Cliente só pode transferir os direitos e obrigações decorrentes do contrato com a GGM para terceiros com o consentimento prévio por escrito (Código Civil Alemão) da GGM. A GGM só recusará o consentimento por uma boa causa. O cliente deve informar imediatamente a GGM se pretende transferir direitos e obrigações ao abrigo do contrato com a GGM.